Search
quinta-feira 21 janeiro 2021
  • :
  • :

CALAFETADOR, VOCÊ CONHECE ESSA PROFISSÃO?

É uma profissão cada vez mais rara, mas que tem um papel fundamental na vida de proprietários de pequenas, médias e grandes embarcações.
O CALAFETADOR, é o homem simples, que para a maioria, vive no anonimato, conhecido apenas, por donos de embarcações que navegam ao longo dos rios e igarapés e que tem o “casco” dessas embarcações, rachados ou aberto brechas ao longo do ano, sendo necessário serem reparados pelo CALAFETADOR.
Aqui em Plácido de Castro, temos dois profissionais da área, que todos os anos, ouvimos, vindo das margens do velho Abunã, o estampido de suas marretas na cunha e o cheiro forte da fumaça, produzido pela queima do óleo queimado, misturado ao breu; matérias primas principais para o calafêto, acompanhadas da estôpa.
Hoje apresentamos o primeiro profissional placidiano, “seu Dilson” o “Véião” ,73 anos de idade e 15 atuando nessa área .
Segundo ele, para um trabalho como esse que está realizando, chega a levar em média , 03 dias, usando apenas o óleo queimado, o breu (Aquecidos ao fogo), a estôpa, uma marretinha e uma talhadeira ou cunha.
O valor de seu trabalho, varia entre 600 a 1.000 reais, dependendo do tamanho da embarcação e com todo material cedido pelo proprietário.
BUSCATIVA E REDAÇÃO: Áquila Santos.
IMAGENS FOTOGRÁFICAS: Áquila Santos.



Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support