• ASCOM

Em Rio Branco, Prefeito Camilo Silva discute aplicação dos recursos do PNAE na agricultura

Em Rio Branco, Prefeito Camilo Silva discute aplicação dos recursos do PNAE na agricultura família.


Nesta sexta-feira (16), o prefeito Camilo Silva ( PSD), prefeito de Plácido de Castro, um dos gestores que mais investe na agricultura familiar e no apoio à produção agrícola, participou de uma reunião com a equipe do FNDE, na Casa Civil, para tratar dos gastos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação, no tocante a execução do Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae) durante o período de suspensão presencial das aulas.



O foco da reunião é aquisição de gêneros alimentícios da agricultura familiar, cuja legislação já determina que a cada 100 reais, o município deve investir no mínimo 30% desse valor na compra de produtos desse setor produtivo.


Além disso, durante a pandemia , as prefeituras devem adquirir o produto e redistribuir para os alunos da rede pública. O que já vendo sendo praticado na atua gestão de Plácido de Castro.



O prefeito Camilo, que é professor e entusiasta da agricultura familiar, fala da importância do tema." Essa reunião com a equipe do FNDE traz um debate acerca dos gastos do PNAE, que é o programa da merenda escolar, no qual o município nesse período de pandemia, tem a responsabilidade de investir os recursos comprando produtos da agricultura familiar. "Isso valoriza o sistema de produção, melhora a qualidade do produto regional, garante o consumo e distribuição de alimentos para os alunos que estão fora da escola, por meio de kits alimentação". O gestor define que a reunião corroborou para que o prefeito possa organizar a cadeia do produtiva do município, valorizar e distribuir alimento." Nós já estamos cumprindo nosso dever em casa e vamos melhorar o que for necessário", afirma.


Além do prefeito Camilo, também participaram da reunião o vice-prefeito Enilton Pena, os vereadores José Nunes (PSD), presidente da Câmara, Maria Socorro Soares de Oliveira "Socorro Formiga" ( PP)e Edilson Carlos ( MDB), e Divanha Castro, secretária de Administração.