top of page
  • Foto do escritorASCOM

Feira do Peixe e entrega de sementes de feijão


A Prefeitura Municipal de Plácido de Castro está realizando a segunda edição da feira do peixe em Plácido de Castro, em parceria com o SEBRAE e a colônia de pescadores Z9, com início nesta quarta-feira 05 e término no dia 07 de abril. Durante abertura do evento foi entregue aos produtores sementes de feijão.

O objetivo dessa feira é incentivar os piscicultores e os pescadores que vivem da pesca em rios e lagos da região, além de fomentar o comércio local e manter as tradições das famílias que preferem se alimentar do pescado nesses dias que antecedem a paixão de Cristo.

A entrega da sementes de feijão está sendo realizada Pela Prefeitura Municipal de Plácido de Castro, através da secretaria de agricultura, pelo terceiro ano consecutivo aos produtores rurais são semente de alta qualidade, registrada no ministério da agricultura, com 95% de pureza e 80% de germinação, além de ser tratada com o mais alto padrão tecnológico disponível no mercado. A semente é da variedade carioca IAC 2051.

O público alvo desse projeto são os produtores rurais da faixa I, conforme determinação do prefeito Camilo, a secretaria estará entregando a semente e realizando o acompanhamento técnico, essa ação visa sobre tudo o aumento da produção de alimento e o fortalecimento da agricultura familiar no município.

Estavam presentes no evento o prefeito Camilo da Silva, primeira dama Silvana, vereadora Cleidiane Oliveira, Presidente da Câmara José Nunes, vereador Francimar Rodrigues, secretária de agricultura Fátima Silva, presidente da colônia de pescadores Elenice Souza, diretor técnico Carlette, presidente da associação comercial Samuel, presidente do sindicato dos trabalhadores rurais Antônio Passamani, além dos presidentes de associação dos ramais, comunidades, produtores, secretários e diretores convidados.

O prefeito Camilo da Silva ressalta a necessidade que o município tenha autonomia econômica com capacidade de produzir o suficiente para abastecer o mercado de consumo, sem depender da produção de outros territórios, bem como a necessidade dos munícipes consumir no mercado local, "nós só vamos ser mais forte se comprarmos aqui, deixar nosso imposto aqui, se a placa do meu carro é de Acrelândia meu imposto fica lá, precisamos fortalecer uns aos outros, quando compramos no comércio local nosso capital circula, a economia cresce e município se desenvolve", afirmou o prefeito.


Comments


bottom of page