• ASCOM

União entre executivo e legislativo, garante abono salarial para os professores


O recurso para tal, é oriundo do FUNDEB - Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica, que atende toda a educação básica, da creche ao ensino médio e o valor total a ser dividido entre os educadores, é uma "sobra" de 2021, que não foi utilizado, em função da pandemia COVID-19.

A Câmera Municipal de vereadores, através de seu presidente, José Nunes, protocolou o Autógrafo n° 54/2021, no qual informa a aprovação do Projeto de Lei n° 59/2021, que dispõe sobre a autorização ao Executivo Municipal, para a distribuição de recursos do novo FUNDEB.

A ação do prefeito Camilo da Silva, sem dúvida, aponta para a valorização desses profissionais, visto que esse recurso, poderia ser devolvido ao Ministério da Educação, porém, numa atitude rápida e legal junto à Câmara Municipal, os professores poderem ser contemplados.


REDAÇÃO DE TEXTO: Áquila Santos

REALIZAÇÃO: Assessoria de Comunicação e Marketing

0 comentário